Livro: Invisível

O livro conta a história de Stephen que é o garoto invisível. Sim, ele é invisível de verdade, não é de uma metáfora. Ele nasceu invisível e a vida toda Stephen não pode ser visto por ninguém, nem mesmo seus pais. Porém, tudo muda quando ele conhece Elizabeth, sua nova vizinha, que por algum motivo é a única pessoas que pode vê-lo.

Os dois acabam se aproximando porém Stephen não conta a ela o detalhe mais importante: que ele é invisível. Um belo dia, o irmão de Elizabeth pede para conhecer o novo namorado dela. A partir daí, os três saem em busca de uma resposta para a invisibilidade de Stephen.

No início do livro já me apaixonei de cara pelos protagonistas. Os diálogos dos dois são muito bonitos. No entanto a história me surpreendeu bastante quando a magia e feitiços entram em cena e torna tudo meio surreal. Sem nenhuma indicação os capítulos são alternados entre o ponto de vista de Stephen e Elizabeth. Gostei da narrativa e pretendo ler mais alguns livros do David. Esse foi oficialmente o primeiro livro do ano e pretendo postar pelo menos uma resenha por mês. Here we go.

O livro foi escrito por Andrea Cremer e David Levithan e a principal coisa que me chamou a atenção por causa desse trecho:.

A solidão vem da ideia de que você pode estar envolvido no mundo, mas não está. Ser invisível é ser solitário sem potencial de ser outra coisa além de solitário. Por isso, depois de um temo, você se retira do mundo. É como se estivesse num teatro, sozinho na plateia, e tudo mais estivesse acontecendo no palco

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s